Google+ Followers

terça-feira, 5 de março de 2013

Sofrimenos


A poesia reflete a alma. 

Qual seria o sentido da vida
senão, sofrer?
Apenas soo piegas
porque a vida assim soa

Quem não deseja sofrer
que morra cedo! Ao diabo!

Porque tenho visto
que quanto mais se vive
mais tragédias se acumulam,
como sujeira debaixo do pé

Eu que coleciono sofrimentos
não os temo, nem os espero
e se os tenho é porque vivo.

Junto os meus cacos
toda vez que me arrebento.
E que estranho belo
tem o tempo me tornado!

Pedro Paiva


Nenhum comentário:

Postar um comentário